Neste vídeo, aos 22:10, Matt Galas apresenta-nos a sua interpretação de duas regras para montante, escritas por autores Ibéricos por volta dos séculos XVI e XVII. Estas duas regras são especificas para a situação de combate em interioridade numérica, estando cercado, primeiro numa rua apertada onde só se conseguem fazer pontuadas, e segundo, numa rua mais larga onde já se conseguem fazer ataques em rotação.

No jogo do pau português, a prática de combate em inferioridade numérica é bastante trabalhada e o desenvolvimento do jogador vai muito além da prática de formas repetitivas. No entanto, este tipo de formas, simples e simétricas, que se podem repetir indefinidamente são a base que se tem que ter para se poder progredir. Como nos demonstram vários autores, já eram praticadas à vários séculos, e preservaram-se em vários grupos de jogo do pau tradicional, alguns deles que ainda os podemos ver quer no interior no pais quer nas grandes cidades.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s