O primeiro “Sportman”

o primeiro sportsmanDesde que um autor dramaturgo em voga afirmou à plateia de um teatro lisboeta que o imortal poeta dos Lusíadas perdera  o olho numa garraiada em Vila Franca de Xira – querendo assim mostrar que a nossa aficion tauromáquica remonta a épocas distantes, é lícito supor que o mesmo esforço de inventiva, que o primeiro sportsman, o primeiro jogado de pau, o primeiro esgrimista, em suma, foi o pai Adão, quando, pela necessidade de defender a pele contra os ataques dos bicharocos anti-diluvianos, pegou no pronto duma árvore e feriu sobre os mesmos bicharocos bordada de cego.

Nestas circunstancias, desnecessário é investigar pacientemente em que data da era crista nasceu o primeiro homem digno de ser qualificado o patriarca dos sports. O pai Adão praticou-os, não direi à maravilha, mas com a intenção do seu valor e se a história não mente, atingiu mesmo uma tal ou qual perfeição na chamada ginástica acrobática, pelas suas cabriolas simiescas.

Já temos, portanto, que em esgrima do jogo do pau, em saltos mortais, duplos saltos, etc, o primeiro homem que Deu colocou na terra foi também o precursor dos atletas antigos e modernos, pelo menos nas especialidade que acabamos de citar.

“Os Sports Ilustrados” nº 29, 31,  de Dezembro de 1910.

Anúncios

Crónica Alegre por Xisto Junior

cronicaalegre_xistojunior-jogodopau

Humorismo – Crónica alegre por Xisto Junior

Dos meus tempos desportivos

JOGO DE PAU: Como é do conhecimento geral, o jogo do pau é uma esgrima genuinamente nacional, que conta com a proteção do Estado e da Igreja.

O estado alimenta e auxilia aquele jogo, pondo a funcionar o parlamento, onde rara é a sessão em que não há paulitada grossa, como aquelas da sinécura e da lácuna e ainda outras que o “Diário das Câmaras” regista como recordes do jogo do pau. A religião mostra o seu interesse pelo mesmo jogo, mantendo aberta ao culto a igreja dos Paulistas.

As paradas do jogo do pau têm diferentes designações: se a tacada vem de cima para baixo, chama-se pau do ar; se faz nódoas negras, chama-se pau de sabão; se atinge em cheio o adversário, no alto da cabeça, chama-se pau de cabeleira; quando lhe dá no nariz, nas pernas, nos braços e no céu da boca, diz-se que é pau para toda a obra.

Ás vezes acontece que dois sports-men, dos que cultivam este género de esgrima, realizam, em plena rua, assaltos muito brilhantes, servindo-se das bengalas.

Em regra a policia intervém, leva os assaltantes ao curativo e depois para a esquadra. A estes assaltos à bengala costumam os jornais chamar, impropriamente, cenas de pugilato, quando deveriam chamar-lhes de bengalato.

“O Domingo Ilustrado” Nº 148, 13 de Novembro de 1927

 

O Bate Casacas

emA nota elegre dos tribunaes” – Alfredo Pinto, 1892:

Apresenta-se para depor como testemunha um homem de meia idade, alto, reforçado, tipo de lavrador, a quem o meirinho interpelou sob o nome de Bate casacas.

Juiz. — «Diga-me o seu nome. Da alcunha não quero saber.»

Ele. — «Mas quero eu, que a herdei de meu sogro e respeito-o muito.»

Juiz — com verdadeira curiosidade : — «Desejava bem que me explicasse a razão disso.»

Ele. — «E’ bem simples: meu sogro, que gozava no sitio boa fama como honrado e valente, disse-me à hora da morte : Rapaz, conserva a nome de guerra por que todos sempre me conheceram, que te hás de dar bem. — Ganhei-o na festa da Senhora Santana, onde eu, com o meu varapau, corri mais duma dúzia de casacas que contenderam com minha mulher, com aquela santa que já lá está na terra da verdade! Usa, pois, do nome, do cajado que ainda conservo, e… bate casacas sempre que for preciso.

«E aqui está, sr. juiz, porque eu conservo essa alcunha e estou sempre disposto a manter-la e respeitar-la.»

Juiz. — «E conte comigo para fazer justiça ao seu nobre procedimento, com tanto que nunca se exceda.»

 

O Jedi de Fafe!

“O meu sabre de luz é um pau… de marmeleiro”.
O Jedi de Fafe, na Mixórdia de temáticas de Ricardo Araújo Pereira.

“Como fã da guerra das estrelas, considero este o melhor texto sobre a guerra das estrelas“ – Nuno Markl

Manilha no Bacalhau Spirit FC – Grand Prix 2012

Momento Surreal:

image
Manilha – o varredor de feiras, campeão absoluto do jogo do pau!

MANILHA, o Varredor de Feiras!
Quem? lol Este é o campeão absoluto, nunca derrotado, do jogo do pau a grande arte marcial portuguesa. Um varredor de feiras é um homem que vai de feira em feira para desafiar outros jogadores do pau e assim provar a sua mestria e superioridade. Manilha nunca perdeu. Manilha tem o cinturão mais elevado desta arte, o roxo. Manilha diz que contra uma arte-marcial nacional verdadeira o Koelho simplesmente não tem hipóteses… o Koelho respondeu: “Já tiravas era esse barrete à Quinzinho de Portugal…”

Bacalhau Spirit FC IX – 1ª Eliminatória
image

SANDMAN vs. MANILHA
Em pouco tempo, com apenas um golpe de cajado, Manilha consegue virar o kayak de Sandman e desarmá-lo, vencendo sem dificuldades o combate. Mas espera… kayak? Água? E onde raio está o Manilha para estar em pé na água??? Bem, este é um torneio de vale mesmo tudo em que mesmo tudo é possível 🙂 cedo irás descobrir que pouco neste torneio faz sentido. Manilha fica agora à espera de saber quem é o seu adversário na próxima ronda. Será Adamastor ou Toni Canelas? 

Bacalhau Spirit FC IX – Oitavos-de-Final
image

 MANILHA vs. TONI CANELAS
O campeão imbatível do jogo do pau contra o ninja das caldas. Um dos combates mais equilibrados do torneio, no qual ambos os lutadores mostraram toda a sua habilidade e destreza. Jogo do pau contra ninjutsu das caldas! Mas apesar de toda a sua qualidade e coragem, Toni, depois de alguns minutos de troca de golpes, é desarmado pelo cajado de Manilha, e colocado numa posição em que é obrigado a desistir. No final do combate ambos se cumprimentam, e Manilha é considerado pelo público não só um lutador habilidoso, mas também com honra. Um adversário digno do Koelho, justo e sem truques, que nos quartos-de-final vai enfrentar o esperto e manhoso Capitão VP. Quem passará às meias-finais…?

* Capitão VP tem derrotado os seus adversários de forma esperta, enganando-os… mas agora tem pela frente Manilha, o habilidoso e honrado campeão do jogo do pau e um dos favoritos do público!

Bacalhau Spirit FC IX – Quartos-de-Final
image 

CAPITÃO VP vs. MANILHA
Manilha começa por estar a vencer, conseguindo derrubar Capitão VP e preparando-se para desferir o golpe final… mas nesse preciso momento, o esperto representante do projecto Voluntariado Portugal tira um apito do bolso, e assim que apita surge do nada um rebanho de ovelhas. O cajado de pastor de Manilha ganha então vida própria e obriga este a ir atrás do rebanho e a levá-lo a pastar. Mas antes de sair do ringue, Capitão VP atira uma pedra à cabeça de Manilha deixando-o inconsciente e vencendo assim o combate. Mais uma vez Capitão VP vence de forma esperta enganando/neutralizando o adversário, e nem todos estão a achar lá muita piada a isso. Seja como for, ele é o primeiro a chegar às meias-finais. Quem será o seu adversário? Zero-Man ou Orc Killa…? (…)

|/||/||/||/||/||||/||/||/||//

Brandindo o varapau: |/||/||/||/||/||||/||/||/||//

Finalmente o jogo do pau tem um “emoticon”, elemento essencial à comunicação virtual, utilizado para fins menos formais.

No entanto esta expressão não pode apenas ser utilizada por praticantes ou conhecedores da arte, mas sim por qualquer pessoal que por uma razão ou por outra, nas suas conversações ou comunicações online, pode expressar a sua indignação ou simples necessidade de se exprimir brandindo o varapau!