Duval de Morais e Manuel Gomes Palma

jogadoresdepauamadores
Os melhores jogadores de pau da Escola Académica – Duval de Morais e Manuel Gomes Palma.

“Os Sports Illustrados” nº 41, 25 de Março de 1911

Anúncios

Provas anuais das aulas de Educação Física na Escola Académica 1906

OOcidente-revista-ilustrada-de-Portugal

“No Dia 24 realizaram-se as provas de educação física, compreendendo ginástica, esgrima de pau e de florete e patinagem.

(…) O programa constava dos seguintes números: exercícios elementares de ginástica, marcha em ordinário e acelerada, ginástica sueca, exercícios no ripado, na trave e nos arcos. Jogo de pau, cortesias e assaltos. Esgrima de florete. Patinagem, quadrilhas, corridas e jogo da rosa. (…)

Todos estes exercícios despertaram o maior interesse dos assistentes, pela perfeição com que foram executados, chegando por vezes a serem calorosamente aplaudidos os alunos, muito especialmente no jogo do pau, tão nosso, tão português que entusiasmou verdadeiramente os espetadores.”

“O Ocidente” N.º 991 ( 10 Jul. 1906 )

 

 

Mocidade Portuguesa

mp1

mp2
Jornal da Mocidade Portuguesa Nº 33, Ano III.
1 de Abril de 1939. Lisboa.

“Aspectos da instrução do jogo do pau, no respectivo centro de Lisboa. A «Mocidade Portuguesa» promove assim o ressurgimento dum dos nossos mais interessantes e característicos desportos“


O XIII ano da Revolução Nacional, foi comemorado com um grandioso festival da Mocidade Portuguesa, realizado no campo de Jockcy Clube, e com uma parada da Legião. Na festa da Mocidade, a que assistiram os Srs. Presidentes da Repúblico, da  Assembleia Nacional e do Conselho e todo o Governo, uma multidão entusiasmada aclamou delirantemente o desfile de cinco mil aliados daquela patriótico organização.
A festa compreendeu exercícios de ginástica sueca, saltos e uma movimentada exibição
de jôgo de pau.

“Boletim da Junta de Provincia da Estremadura” – 28 de Maio de 1939

 

António de Sousa e José Pereira do Tanque – Alunos de mestre Calado – 1985

Parte do trabalho de investigação técnico e histórico do jogo do pau liderado pelo mestre Nuno Russo, nos anos 80, com objetivo de encontrar os mestres mais antigos do país, levou na pegada dos mestres Calado, pai e filho que ensinaram em várias regiões desde os inícios do século XX, como mestres ambulantes.
Infelizmente pouco se sabe sobre os mestres Calado, com quem aprenderam etc…, mas sabemos que ensinavam por várias zonas do país e que na altura desta investigação, eram tidos com grande respeito por grande parte dos jogadores de pau e conhecidos como os mestres mais antigos, conhecidos, em várias regiões.

Nas imagens, temos José Pereira do Tanque (José Batoque) e António de Sousa, ambos alunos do mestre Calado (Pai) a executar e ensinar o jogo do pau, como aprenderam com este mestre.

LugardaBotica1985
Ao centro: António de Sousa, à direita: José Pereira do Tanque (José Batoque), Ambos alunos do mestre Calado (Pai) executando o jogo de 2 em frente.
LugardaBotica1985_2
Executando o primeiro exercício ensinado pelo mestre Calado antes de começar o ensino do jogo do pau propriamente dito (Esquadria em mão)

LugardaBotica1985_3
Nuno Russo e o senhor João Vieira Antunes à porta do cemitério onde no recinto exterior os mestres Calados davam as aulas de jogo do pau.

Vieira do Minho – Terra de origem dos mestres Calado (Pai e filho) “Os pretos”

Fotos tiradas em setembro de 1985 por Henrique Andrade

1º Aniversário da APJP – Encontro Inter-Escolas – Fundação Calouste Gulbenkian – 1978

Escola do Mestre António Portela (Abadim, Cabeceiras de Basto)

01 Escola do Mestre Portela (Abadim - Cabeceiras de Basto)
Jogo do pau – Escola do Mestre António Portela (Abadim – Cabeceiras de Basto) – 1978

Escola do Ateneu Comercial de Lisboa,  Mestre Pedro Ferreira

08 Jogo da Cruz do Meio
Jogo do pau -Escola do Ateneu Comercial de Lisboa,  Mestre Pedro Ferreira – 1978
02 Escola do ACL Sob a direccao do Mestre Pedro Ferreira
Jogo do pau -Escola do Ateneu Comercial de Lisboa,  Mestre Pedro Ferreira – 1978

Escola do Mestre José Quéo (Fafe)

03 Escola do Mestre Queo (Fafe)
Jogo do pau – Escola do Mestre José Quéo (Fafe) – 1978
05
Jogo do pau – Escola do Mestre José Quéo (Fafe) – 1978
04
Jogo do pau – Escola do Mestre José Quéo (Fafe) – 1978

Escola do Mestre José Ribeiro Chula (Vinha das Pedras, Alhos-Vedros)

11
Jogo do pau – Escola do Mestre José Ribeiro Chula (Vinha das Pedras – Alhos-Vedros) – 1978
10 Escola do Mestre Jose Ribeiro Chula (Vinha das Pedras - Alhos Vedros)
Jogo do pau – Escola do Mestre José Ribeiro Chula (Vinha das Pedras – Alhos-Vedros) – 1978
09 Escola do Mestre José Ribeiro Chula (Vinha das Pedras - Alhos-Vedros)
Jogo do pau – Escola do Mestre José Ribeiro Chula (Vinha das Pedras – Alhos-Vedros) – 1978

Escola do Mestre Custódio das Neves (Lagameças, Poceirão, Palmela)

12 Escola do Mestre Custodio das Neves (Lagamecas - Porceirao - Palmela)
Jogo do pau – Escola do Mestre Custódio das Neves (Lagameças – Poceirão – Palmela) – 1978
13_2
Jogo do pau – Escola do Mestre Custódio das Neves (Lagameças – Poceirão – Palmela) – 1978
13_1
Jogo do pau – Escola do Mestre Custódio das Neves (Lagameças – Poceirão – Palmela) – 1978

Escola do Mestre António Moleiro (Fafe)

15
jogo do pau – Escola do Mestre António Moleiro (Fafe) – 1978
14 Escola do Mestre Moleiro (Fafe)
jogo do pau – Escola do Mestre António Moleiro (Fafe) – 1978

Escola do Mestre Costa do Assento (Fafe)

16 Escolas do Mestre Costa do Assento (Fafe)
Jogo do pau – Escola do Mestre Costa do Assento (Fafe) – 1978
16 Escolas do Mestre Costa do Assento (Fafe)_2
Jogo do pau – Escola do Mestre Costa do Assento (Fafe) – 1978
17
Jogo do pau – Escola do Mestre Costa do Assento (Fafe) – 1978
18
Jogo do pau – Escola do Mestre Costa do Assento (Fafe) – 1978
19
Jogo do pau – Escola do Mestre Costa do Assento (Fafe) – 1978